A ti Anónimo...

A ti Anónimo,

A ti, que teimas em carregar uma energia negativa nos ombros, a ti que perdes tempo a tentar ofender-me criticando o meu corpo, a minha escrita, a minha liberdade.

Que ninguém ouse dizer que eu me devia calar e não te responder porque durante anos foi o que fiz. E olha anónimo, a minha voz é alta, muito. A minha liberdade começou no coração, nas palavras. Foi assim que comecei a amar-me e por isso ela vale mais que ouro, vale a minha vida.

A ti anónimo, hoje quero dizer-te umas coisas, não te preocupes que eu nem a quem me tratou abaixo de cão tratei mal ou tentei magoar, por isso, nem contigo o farei.

Hoje, anónimo quero dizer-te que se a minha vida acabasse amanhã, tudo valeria a pena porque:

- Já fui mais gorda, já fui mais magra, mas nunca me senti tão equilibrada e feliz como hoje em dia.

- Já dormi debaixo das estrelas, num banco de uma estação de comboio, hoje vivo numa casa maravilhosa.

- Já fui dona apenas de umas calças de ganga, uma t-shirt e uns chinelos, hoje fico sempre na dúvida do que vestir com tanta opção.

- Já viajei um bocadinho, já vivi em vários países.

- Já adoptei um animal e trato-os como se de um filho se tratasse.

- Já fiz voluntariado para doar o meu tempo e o meu saber a pessoas com muita história de vida às costas e que no fim desta estrada estavam sozinhas.

- Já conheci gente de "mil e um país" e adoro-os pelas diferenças e riquezas que partilharam comigo.

- Já vi eclipses lunares e solares, já vi estrelas cadentes.

- Já pari filhos com toda a dor que isso traz e com a felicidade de ver um pedaço de mim viver feliz.

- Já sei o que é amar e ser amada também.

- Já sei o que é rir à gargalhada e ficar com dores nos maxilares.

- Já subi montanhas e atravessei passerelles suspensas.

- Já mergulhei em alto mar e deixei o meu corpo boiar naquela àgua que me limpa a alma de energias negativas como a tua.

- Já fiz coisas de loucos para emagrecer e fui operada de urgência graças a isso.

- Já me sentei no chão de uma rua qualquer.

- Já ri e chorei enquanto andava sem rumo pela rua.

- Já participei num videoclip de alguém que adoro e que tem mesmo sensibilidade de artista.

Sabes anónimo, podia escrever-te tanta coisa, mas tanta mesmo. Sabes porquê? Porque a minha vida é vivida. A minha vida não é nem nunca foi passada atrás de um qualquer ecrã a inventar alguém que não sou.
Sabes anónimo, a ti que tens tempo, que passas a vida amargurado atrás de um ecrã e que te preocupas tanto com a minha saúde, aparência. Faz uma coisa, dedica o teu tempo, o teu saber, a tua preocupação para com a sociedade a ajudar as pessoas que procuram ajuda.
Sabes, existem imensos sem-abrigo a quem podes dar um pouco do teu tempo. Existem obesos que só desejavam uma companhia para dar o primeiro passo daquela longa "caminhada" que tanto sonham. Existem idosos que só querem um ombro, uma mão amiga ou simplesmente uma presença para que os dias não acabem tão cinzentos.
A ti anónimo, vai lá, vai lá e dedica-lhes toda essa preocupação que tens para comigo. Porque eu hoje já não preciso de ajuda. Quando precisei, procurei e encontrei-ME.

Sabes anónimo, tenho uma tatuagem. Uma tatuagem, a primeira, a única e que resume tanto da minha vida. Foi a palavra que está em mim tatuada que disse a cada vitória. De lágrimas nos olhos e de sorriso no coração eu disse sempre:


E sabes o que digo a seguir? C O N S E G U I!

A ti anónimo, hoje digo-te "Foda-se" para o teu preconceito, as tuas ofensas, as tuas palavras, para a tua cobardia, para a tua ignorância e para a tua falta de vida.

E olha, não mandes comentários, eles estão guardados para me inspirarem a escrever textos destes mas acredita que as tuas palavras nunca verão o dia. Se queres continuar a perder tempo com uma gorda e feia podes fazê-lo, isso só mostra o quanto és... ESTÚPIDO!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...